PATENTE EUROPEIA

Numa economia globalizada é muito habitual que as empresas procurem proteção em vários países para cada um dos seus inventos.

E o sistema europeu de patentes é uma via atrativa de conseguir proteção em 41 países através de um único pedido.

Porque é que é atrativo o pedido de Patente Europeia?

Oferece uma única tramitação e um único exame em comparação com efetuar este procedimento em cada País da União Europeia de forma direta. Ainda assim, patente europeia requer validação em cada um dos diferentes Estados-Membros em que você deseja proteger.

Para as grandes e as pequenas empresas que operam na Europa, o pedido de patente europeia é uma maneira interessante.

Algumas das perguntas mais frequentes colocadas pelos nossos clientes são: Posso apresentar o pedido apenas em alguns países, Posso estender a proteção na maioria dos países após a patente europeia concedida E se eu já tiver registrado a patente? país semelhante em alguns, mas não todos?


Na Clarke, Modet & Cº contamos com uma longa trajetória na assessoria de empresas que solicitam proteção em vários países da União Europeia na sua estratégia de internacionalização.

Apoiamos ao longo de todo o processo desde a elaboração da memória descritiva do invento no gabinete Europeu de Patentes, até à sua concessão, atendendo procedimentos orais perante recursos e oposições.

 

Na Patente Unitária

O sistema europeu de patentes está prestes a ser alterado através da introdução da patente unitária. O sistema atual requer a validação da patente europeia nos diversos estados membros onde se pretende a proteção. No entanto, o novo sistema permite uma única validação para todos os estados membros.

Embora Espanha tenha optado por não aderir à PEEU, isto não implica que as empresas espanholas não possam solicitá-la e assim procurar proteção nos estados que já tenham ratificado o acordo da patente unitária.