O Desenvolvimento sustentável se tornou um tema extremamente difundido na sociedade moderna. Atualmente, existe um grande incentivo ao desenvolvimento de tecnologias que utilizam recursos renováveis e que sejam menos agressoras ao meio ambiente.
Entre as políticas de desenvolvimento sustentável, possivelmente o tema do aquecimento global é aquele mais difundido e de maior destaque no momento. Entretanto, diversos cientistas e pesquisadores afirmam que o aquecimento global independe das ações do homem, e está relacionado a um processo cíclico do clima de nosso planeta. Estes cientistas, que são denominados como os “céticos do aquecimento global”, mostram dados comprovando que, historicamente, o nosso planeta passa por ciclos quentes e frios, e que nesse atual momento, estamos passando simplesmente por um ciclo quente de nosso clima.
 
Logo, como que os temas sobre aquecimento global e desenvolvimento sustentável se tornaram tão difundidos no âmbito político e ideológico da sociedade moderna? Os "céticos" afirmam que existe um grande interesse econômico no assunto. O alarde do aquecimento global cria necessidade de incansáveis novos investimentos em tecnologias sustentáveis, as quais, na maioria das vezes, são desenvolvidas nos países desenvolvidos e exportadas para os países em desenvolvimento. 
 
Ao falar de novas tecnologias, estamos também nos referindo ao sistema de propriedade industrial que atualmente é difundido e aderido pela grande maioria dos países. Novas tecnologias geram patentes, as quais garantem a seu titular o direito de excluir terceiros de explorar o objeto da patente durante um período previsto em lei.
 
Todavia, ao se desenvolver uma nova tecnologia, nem sempre é tão simples convencer o consumidor que possui um produto a trocá-lo por outro, simplesmente por que aquele novo produto é mais moderno. Desse modo, algumas empresas ou instituições podem se aproveitar de certas ideologias para influenciar a população a comprar novas tecnologias. No caso das ideologias relacionadas ao desenvolvimento sustentável e ao aquecimento global, a população é muitas vezes levada a acreditar que seus antigos produtos podem prejudicar o planeta, e que novos produtos seriam a solução para tais problemas. 
 
É fato que a propriedade industrial é de extrema importância para o desenvolvimento da sociedade. Caso não houvesse um período de monopólio de uma tecnologia patenteada, não haveria incentivo à pesquisa e desenvolvimento e muito provavelmente a sociedade estaria muito atrasada tecnologicamente em comparação aos dias de hoje. Entretanto, a propriedade industrial e suas leis podem ser manipuladas em benefício de poucos, ao invés de favorecer a sociedade como um todo. Assim, é importante que a sociedade desenvolva um senso crítico para sempre buscar o conhecimento sobre os reais benefícios trazidos por novas tecnologias, para que não só a propriedade industrial, mas todas as leis e formas de regulamentação da sociedade, não sejam utilizadas para manipular sua forma de agir, pensar e se desenvolver.