Um desafio que a indústria farmacêutica enfrenta é o de conseguir melhores resultados em biodisponibilidade de compostos farmacologicamente activos. Esta condição poderia alcançar-se graças à propriedade de polimorfismo presente nalguns fármacos.

O polimorfismo pode definir-se como a capacidade de uma molécula em adoptar diferentes formas de embalagem espacial (cristalização) devido às condições fisico-químicas específicas às quais seja submetida.