Desde há algum tempo que procuramos manter-vos informados sobre o processo de lançamento de novos domínios. Até há pouco, estávamos familiarizados com alguns domínios, tais como. com, .net, .es, . it, mas, a partir de agora, poderemos encontrar domínios como .microsoft, apple, .paris, .madrid, .hotel, .turismo, .shop.

A partir do passado dia 12 de Janeiro iniciou-se o prazo para apresentação de novos pedidos de domínios, sendo que as empresas que tomem a decisão de optar por esses novos domínios têm até ao próximo mês de Abril 12 para cumprir todas as formalidades.

A ICANN (o órgão responsável pela atribuição de nomes de domínio) planeia tornar pública uma lista dos pedidos apresentados 15 dias mais tarde.

Independentemente de a vossa empresa optar, ou não, pelo registo de um novo domínio, deve estar muito atenta ao panorama que se avizinha e monitorizar as propostas que surjam entretanto, por diversas razões.

Com efeito, a vossa empresa deve, por um lado, garantir que os novos pedidos não representam um conflito com as suas marcas e, por outro lado, manter-se informada dos novos pedidos que surjam, caso lhe interesse registar um domínio relativo ao seu sector de actividade, de modo a evitar a usurpação por terceiros. 

Ou seja, os novos gTLDs (domínios) que são requeridos podem ser, entre outros: .game, .hotel, .rádio, .shop, .vinho, .comida, etc, pelo que, se o titular de uma marca pertence ao sector da rádio e se o titular do novo .radio abre o seu registo à comunidade, deverá o titular da marca avaliar se lhe interessa registar a sua marca sob esse domínio.

Daí se retira a importância de vigiar os pedidos que se venham a apresentar.

O sector dos domínios estará muito agitado durante este ano e as empresas terão que adoptar uma série de medidas para evitar possíveis infracções decorrentes do registo destes novos domínios.

A própria ICANN articulou uma série de mecanismos com vista a mitigar os potenciais conflitos, entre outros, a criação de uma base de dados para consulta de marcas que tem como finalidade avisar o titular das marcas sempre que terceiros as pretendam registar como domínio.

É por isso que as empresas devem inscrever as suas marcas junto do Organismo que se vai criar (Trademark Clearing house).

Foi igualmente acordado colocar em marcha um processo de bloqueio imediato do domínio para os casos evidentes de pirataria nos novos Gltds e que se prevê vir também a ser estendido a todos os domínios. Através deste procedimento o domínio poderá ser bloqueado num período de 24 horas.

Face a este cenário, recomenda-se que as empresas tomem medidas de controlo e vigilância, com a finalidade de proporcionar uma maior protecção às suas marcas e de modo a que o aparecimento de novos domínios não prejudique a empresa.

A partir do Departamento de Domínios continuaremos a mantê-los informados de novas notícias que surjam, bem como das diferentes propostas de serviços que lhes permitem acompanhar a(s) sua(s) marca para evitar possíveis conflitos decorrentes do lançamento dos novos domínios.